Portais da Cidade
Xplosion games

Notícias na 25 de março

Listando: 1 à 5 de 1129
Startup brasileira é finalista em competição na Alemanha

No total, 50 startups de 15 países concorrerão final do evento CODE_n CONTEST, que acontece em outubro na cidade de Stuttgart.

A startup brasileira Nama, que desenvolveu um sistema próprio de Inteligência Artificial focado em linguagem natural, é uma das 50 finalistas da competição CODE_n CONTEST.

A final será realizada entre os dias 8 e 10 de outubro na cidade de Stuttgart, na Alemanha, durante o new.New
Festival
, evento tecnológico internacional focado nas oportunidades da transformação digital.

Na oportunidade, todas as startups finalistas vão apresentar os seus projetos para um corpo de jurados.

Um júri irá selecionar os vencedores nas categorias "Melhor Modelo de Negócios", "Melhor Inovação Tecnológica" e "Disruptor da Indústria", além de um vencedor geral para a competição.

Os prêmios para os vencedores da competição totalizam 30 mil euros. Aproximadamente de 313 startups, de 42 nações, se candidataram nesta edição do CODE_n CONTEST. Participam da final um total de 50
startups de 15 países, incluindo Brasil, África do Sul, EUA, Lituânia, Israel e Alemanha.

Além de concorrer como finalista, a Nama também terá um estande no local, onde poderá mostrar os seus projetos para o público.

(Fonte: Da Redação) - 18/06/2018
Google pode investir US$ 550 milhões em gigante do varejo online chinês

A Google divulgou nesta segunda-feira (18) que tem planos para investir US$ 550 milhões na JD.com, uma das gigantes do varejo online na China. Caso a negociação seja efetivada, esta pode ser uma
ótima oportunidade para que a gigante das buscas amplie a atuação do Google Shopping na Ásia.


Google
Foto: Canaltech

Porém, o possível investimento não seria positivo somente para a Google. A JD.com já conta com aporte financeiro de companhias como a Tencent e a Walmart; com o dinheiro vindo da gigante de
Mountain View, pode expandir seu mercado global com potenciais clientes no sudeste da Ásia, na Europa e nos Estados Unidos.

A parceria também poderia dar mais força para a Google competir de forma mais intensa com a Alibaba e a Amazon, que dominam o mercado mundial no setor de e-commerce, uma vez que a JD.com é
considerada a segunda maior empresa do ramo de lojas online na China e conta com toda a experiência em logística.

Ainda segundo a gigante das buscas, o objetivo secundário com o investimento é "acelerar a maneira como os ecossistemas de varejo proporcionam experiências aos consumidores" tanto em escala global quanto no setor online do sudeste Asiático.

Há rumores que alegam que esta nova estratégia da Google busca uma aproximação indireta da empresa com o governo chinês, que atualmente proíbe a presença de suas ferramentas em território nacional.

(Fonte: Eduardo Hayashi) - 18/06/2018
Facebook Messenger traz filtros e jogos comemorativos da Copa do Mundo

O aplicativo do Messenger, do Facebook, está sendo atualizado nesta semana, trazendo novos filtros e joguinhos especiais para comemorarmos a chegada da Copa do Mundo de 2018.

Ao abrir a câmera do aplicativo para publicar Stories no Messenger, filtros da Copa aparecerão, permitindo o registro de fotos e vídeos com as cores das bandeiras de cada Seleção. Dá para, por
exemplo, somente adicionar a bandeira à imagem, mas os filtros mais bacanas permitem maquiar virtualmente seu rosto com as cores de sua Seleção, além de vestir perucas virtuais como se você
estivesse fantasiado para ir ao estádio.


Foto: Canaltech

Molduras especiais com as cores das bandeiras dos times participantes do campeonato mundial também fazem parte das novidades, sendo que, a cada partida que se aproxima, as molduras serão
diferentes. Por exemplo, chegando o jogo da França contra a Austrália, uma moldura personalizada com as cores dos dois times será oferecida.

Basta manter o aplicativo do Messenger atualizado e ficar de olho assim que os novos filtros, molduras e jogos chegarem ao app, tanto para Android quanto iOS.

(Fonte: Patrícia Gnipper - CANALTECH) - 11/06/2018
Nova pulseira da Fitbit quer que crianças deixem smartphones de lado

Chamado de Ace, gadget de US$99 nos EUA foca em três áreas principais por vida mais saudável: rastreamento de passos, minutos ativos, e sono.

Enquanto a Apple e o Google estão lutando contra o vício em smartphones ao limitar o tempo que as crianças passam com os gadgets, a Fitbit espera fazer com que os pequenos fiquem viciados nos seus
aparelhos – mas de uma maneira boa. A empresa lançou nesta segunda-feira, 11/6, um rastreador fitness feito especificamente para que as crianças deixem o smartphone de lado e fiquem ativas.

Quando a Fitbit anunciou o Ace em março, o aparelho foi um pouco deixado de lado por conta do smartwatch Versa, a resposta da companhia ao Apple Watch. Mas o Ace pode acabar tendo um papel mais
importante na principal batalha tecnológica atual: o vício em smartphones.

As crianças estão mais conectadas do que nunca e o Fitbit Ace busca um equilíbrio entre tecnologias e fitness como nenhum outro aparelho do mercado. Em primeiro lugar, é um gadget legal que as
crianças vão querer usar. Em segundo, ele gamifica as atividades físicas de um modo que encoraja as crianças a se divertirem em vez de repreendê-las por assistirem muita TV, por exemplo. Alguns
pais podem achar o preço de 99 dólares um pouco salgado, mas é um importante primeiro passo em uma batalha que está apenas começando.

De longe, o Fitbit Ace parece como o Fitbit Alta em duas novas cores – Power Purple e Electric Blue – mas ele representa, na verdade, uma direção totalmente nova para a companhia. Assim como o
Altra HD, o Fitbit Ace também é preso com uma fivela, então os pais não precisarão se preocupar muito com o aparelho caindo no chão. Ele também possui um nível de resistência à água para proteção
contra banhos e respingos (mas não para nadar, por exemplo). Vale notar ainda que o Ace não conta com um monitor de batimentos cardíacos, que está presente no Alta HR.

O Fitbit Ace é voltado para crianças com idades entre 8 e 12 anos, e seus recursos refletem essa faixa etária. Apesar de você poder fazer com o Ace quase tudo que é possível com o Alta, a pulseira
amigável a crianças conta com uma bateria que dura cinco dias e 10 “rostos” exclusivos para o relógio. As crianças também acesso à própria Kid View no app da Fitbit para iOS/Android que mostra
estatísticas e emblemas e permite a troca dos visuais dos relógios.

Além disso, o Ace busca promover uma vida mais saudável ao focar em três áreas principais: rastreamento de passos, minutos ativos, e sono.

O aparelho encoraja as crianças a se mexerem por meio de lembretes personalizados, desafios diários ou semanais e emblemas de recompensas que podem ser colecionados.

A Fitbit também se preocupa em proteger a privacidade e o bem-estar mental das crianças. Com a conta familiar, os pais podem ver as atividades dos filhos e aprovar com quem eles podem se conectar.

Também é possível escolher permitir que as crianças visualizem apenas as estatísticas de atividades que ajudem a motivar, deixando de lado números sobre calorias, peso e Índice de Massa Corporal.

O Fitbit Ace não possui nenhum recurso social público, mas permite que as crianças e os pais conversem uns com os outros pelo aplicativo familiar.



(Fonte: PC World / EUA) - 11/06/2018
WhatsApp agiliza envio de imagens com nova ferramenta

O WhatsApp está começando a receber, neste final de semana, um recurso que promete agilizar o envio de imagens para os contatos. O "upload preditivo", como está sendo chamado, carrega as fotos automaticamente no servidor do mensageiro assim que o usuário as seleciona, antes mesmo que ele termine o processo e aperte o botão de "enviar".


WhatsApp
Foto: Reprodução / Canaltech

O processo acontece logo após a seleção dos arquivos, quando o usuário é levado à tela de edição, onde pode realizar cortes ou adicionar efeitos às imagens. O recurso de predição parece ser baseado em telemetria, com uma noção de que muitos utilizadores não realizam alterações nas fotos, compartilhando-as em seu formato original. Sendo assim, enquanto a pessoa decide se vai mexer em alguma coisa ou não, o processo de upload já está acontecendo.

Caso existam edições, ele é interrompido e o arquivo original é deletado dos servidores. Mas quando elas não forem necessárias, o compartilhamento é agilizado em alguns segundos, uma vez que os arquivos já estão carregados na

infraestrutura da empresa. Usuários com conexões mais lentas ou que utilizam o WhatsApp em locais de baixa cobertura serão os mais beneficiados pela novidade, tendo de esperar menos tempo para que as fotos sejam enviadas.

É claro que, no recurso, a privacidade é garantida. O upload das imagens, como dito, é feito aos servidores do WhatsApp, com o envio para um contato acontecendo apenas após a confirmação. Além disso, caso as fotos enviadas tenham sido editadas, os arquivos originais carregados pelo sistema preditivo são deletados imediatamente, não permanecendo na infraestrutura da empresa.

O recurso está sendo liberado de forma segmentada, com grupos de usuários sendo incluídos pouco a pouco. Não há, entretanto, distinção entre sistemas operacionais, com utilizadores de iOS e Android já tendo acesso ao recurso desde que, claro, estejam usando as versões mais recentes do aplicativo — tanto quem tem a versão final do WhatsApp quanto aqueles que aceitaram receber as Betas da aplicação estão tendo acesso à novidade, que não exige um novo update.

Entretanto, de acordo com o site WABetaInfo, que revelou a liberação do recurso, o processo de atualização estaria demorando mais tempo para os usuários de Android, com bem menos gente tendo acesso à novidade na plataforma em relação ao iOS. Além disso, não existe previsão de inclusão do recurso no WhatsApp para Windows Phone.

Além disso, o veículo aponta que o upload preditivo só se aplica às imagens convencionais, não valendo para vídeos ou GIFs animados. Ainda, usuários da versão web do WhatsApp não poderão utilizar o recurso, somente aqueles que estejam acessando o serviço por meio do celular.

(Fonte: Felipe Demartini - CANALTECH) - 04/06/2018
Listando: 5 de 1129

Anuncie

Sobre o Portal da 25

O Portal da 25 foi lançado em 01 de maio de 2001, tendo como objetivo principal a divulgação de empresas e produtos comercializados na região da rua 25 de março no centro da cidade de São Paulo, focando-se principalmente em produtos voltados para área pessoal e doméstica.