Portais da Cidade
Xplosion games

Notícias na 25 de março

Listando: 6 à 10 de 1353
iPhone 12: vazam preços e datas de lançamento da Apple

Linha iPhone 12 deve chegar às lojas a partir de outubro de 2020; preços dos celulares da Apple podem começar em US$ 699

Os possíveis preços, datas de lançamento e especificações da linha iPhone 12 já deram as caras. As informações sobre o próximo evento da Apple, que deve anunciar os sucessores do iPhone 11, foram reveladas por Kang, já conhecido por antecipar informações sobre produtos da marca, na rede social Weibo nesta sexta-feira (9).



iPhone 12: informações sobre sucessor de iPhone 11 (foto) vazam antes do lançamento (Imagem: Tecnoblog)
Foto: Tecnoblog

Ao todo, quatro celulares da Apple devem ser anunciados em 2020, segundo Kang. A começar pelo iPhone 12 Mini, que deu as caras em rumores anteriores, com tela de 5,4 polegadas e preços a partir de US$ 699 (cerca de R$ 3.910 em conversão direta). Já o iPhone 12 tende a trazer display de 6,1 polegadas e preços a partir de US$ 799 (por volta de R$ 4.470).

Em comum, os dois smartphones devem sair da caixa com câmera dupla, sendo o sensor secundário com lente ultrawide, e armazenamento de 64 GB, 128 GB e 256 GB. Cinco opções de cores podem estar disponíveis para os consumidores: azul, branco, preto, vermelho e verde.

O iPhone 12 Pro e o iPhone 12 Pro Max podem contar com 128 GB, 256 GB e 512 GB de espaço e telas de 6,1 e 6,7 polegadas, respectivamente, com preços a começar em US$ 999 e US$ 1.099, ou cerca de R$ 5.590 e R$ 6.150. A câmera tripla tende a permanecer, mas acompanhada pelo sensor LiDAR do iPad Pro.

O 5G deve marcar presença em todo o quarteto, assim como as melhorias no modo noturno e no Smart HDR. Os fones de ouvido e adaptador de tomada, no entanto, não devem acompanhar os telefones na caixa, assim como no Apple Watch SE e Apple Watch Series 6. A Apple ainda deve trazer a marca "MagSafe", dos antigos carregadores magnéticos para MacBook, de volta.

A suposta data de lançamento dos celulares também foi revelada. Segundo Kang, a pré-venda da edição Mini começará em 6 ou 7 de novembro. O celular será enviado aos compradores a partir de 13 ou 14 de novembro. O iPhone 12 e 12 Pro, por sua vez, entrará em fase de encomendas em 16 ou 17 de outubro e chegará às lojas em 23 ou 24 de outubro.

A variante de tela maior pode demorar um pouco mais. Espera-se que a pré-venda tenha início em 13 ou 14 de novembro, enquanto as vendas estão previstas para começarem em 20 ou 21 de novembro de 2020. Já o HomePod Mini pode custar US$ 99 (cerca de R$ 550 em conversão direta) e chegar em novembro.

Vale lembrar que Kang possui um histórico notável de acertos sobre rumores da Apple. Em setembro, suas previsões adiantaram as cores e o preço inicial do iPad Air e o oxímetro do Apple Watch Series 6. Em junho, para a WWDC 2020, foi a vez de antecipar o nome do macOS Big Sur e a vinda dos widgets na tela inicial do iOS 14.



Capa do evento da Apple (Imagem: Reprodução/Apple)
Foto: Tecnoblog

iPhone 12: Apple marca evento para outubro
A Apple marcou, nesta terça-feira (6), um evento para 13 de outubro de 2020. Apresentado como "Hi, Speed", espera-se que a companhia norte-americana revele os sucessores do iPhone 11 durante a coletiva, além do primeiro Mac com processador ARM.

O evento virtual será transmitido na próxima terça-feira (13), a partir das 14h (horário de Brasília).

MERCADO EM TORNO DO SISTEMA ANDROID MOVIMENTOU R$ 136 BI NO BRASIL

Número é de 2019 e foi calculado pela consultoria Bain & Company a pedido do Google. Leva em consideração a cadeia de produção de aparelhos e investimentos das operadoras em infraestrutura.

Levantamento traça também perfil do desenvolvedor de apps.

O sistema operacional móvel Android está presente na maioria dos aparelhos celulares e tablets do Brasil, e por isso mesmo movimenta um volume colossal de dinheiro. Estimativa da consultoria Bain & Company, formulada a pedido do Google aponta que quase 2% do PIB de 2019, ou seja, R$ 136 bilhões, foram gerados a partir da venda de aparelhos e serviços ligados à plataforma – do desenvolvimento de apps a planos de conectividade.

Ainda de acordo com o estudo, realizado pela primeira vez no Brasil, estima-se que 630 mil empregos estão nesta cadeia de valor direta da plataforma Android, o que equivale a aproximadamente 35% dos trabalhadores na indústria de tecnologia e telecomunicações.

Desde 2002, quando a Blackberry lançou o primeiro smartphone do mercado brasileiro, o número de fabricantes saltou para 13, que vendem 50 milhões de dispositivos por ano (3% do total mundial, 56% do total da América do Sul).

Para chegar ao número, a consultoria considerou o mercado de smartphones desde a montagem, passando pela venda no varejo, seguros e assistência, e também de acessórios. Considerou ainda a venda dos apps na loja de aplicativos e serviços de desenvolvimento. Usou ainda números das operadoras de telecomunicações de investimento em infraestrutura, manutenção de rede e call centers para calcular o movimento financeiro em torno dos serviços de conectividade que passam pelos dispositivos e apps Android.

PERFIL DOS DESENVOLVEDORES
O estudo também fez um levantamento do perfil demográfico do profissional que trabalha desenvolvendo programas para Android. De acordo com o material, 80% dos desenvolvedores do país trabalham com o sistema operacional. Para 73%, o Android é a principal plataforma de programação.

O estudo indica que 59% dos programadores têm até 29 anos, 69% são do sexo masculino, 52% têm ensino superior completo, e 65% vivem na região Sudeste do país. Além disso, 42% têm renda que os inserem na classe C.

A pesquisa aponta ainda que o desenvolvedor local busca o Android por oferecer plataformas de código aberto de desenvolvimento, permitir a publicação de app ainda em estágio alfa ou beta de criação, e com investimento baixo. Ainda assim, a loja de apps da Apple, que usa o sistema rival iOS, é vista como mais segura e oferece maior retorno sobre o investimento.

(Fonte: Rafael Bucco) - 21/09/2020
Microsoft compra controladora da Bethesda por US$7,5 bi

A Microsoft anunciou nesta segunda-feira que irá adquirir a ZeniMax Media por 7,5 bilhões de dólares, fortalecendo a oferta de jogos do Xbox com o estúdio por trás de títulos como "Fallout" e "Doom".


14/06/2016 REUTERS/Lucy Nicholson
Foto: Reuters

A ZeniMax é a proprietária da Bethesda Softworks, que também desenvolveu sucessos como "The Elder Scrolls", "Wolfenstein" e "Dishonored".

A Microsoft disse que planeja trazer os futuros jogos da Bethesda para seu serviço de assinatura mensal Xbox Game Pass quando forem lançados no Xbox e computadores. O Game Pass agora tem mais de 15 milhões de assinantes, acrescentou a Microsoft.

O setor de games tem se beneficiado devido à forte demanda de jogadores isolados durante a pandemia de Covid-19, e a Microsoft aposta em oferecer aos usuários muitas maneiras de jogar por meio de seu serviço de nuvem e consoles com preços diferentes.

A Microsoft disse que o negócio com a ZeniMax será fechado no segundo semestre do ano fiscal de 2021 e terá um impacto mínimo no lucro operacional ajustado nos anos fiscais de 2021 e 2022.

(Fonte: Reuters) - 21/09/2020
VERO INTERNET INVESTE R$ 15 MI EM BACKBONE PRÓPRIODA REDAÇÃO

A rede de longa distância regional e nacional tem 1,4 mil quilômetros e capacidade de 4Tbps. Será iluminada em outubro,ligando as operações da empresa em Minas Gerais a RJ e SP.

A Vero Internet irá aumentar sua rede de conectividade por meio de um backbone dedicado e implementado em parceria com fornecedores estratégicos. A partir de outubro, a companhia contará com uma rede própria de fibra óptica de longa distância regional e nacional, com 1.417 km de fibras. O objetivo é conectar diretamente todas as 53 cidades atendidas em Minas Gerais aos principais geradores de conteúdo, datacenters e fornecedores em São Paulo e Rio de Janeiro.

Com investimento de R$ 15 milhões, o backbone, que possui alta capacidade, chegando a 4Tbps de transmissão, será protegido por rotas distintas e caminhos subterrâneos. “Com o novo sistema, teremos uma evolução tecnológica, melhorando a qualidade de rede e da experiência dos nossos clientes, com capacidade de crescimento e ganho de escala e velocidade, além de redução dos custos operacionais, pois não haverá dependência de terceiros para o fornecimento de rede”, afirma Fabiano Ferreira, diretor-presidente da Vero.

A rede regional irá conectar as cidades mineiras de Juiz de Fora, Santos Dumont, Barbacena, Carandai, Congonhas, Conselheiro Lafaiete, Congonhas, Jeceaba, Belo Horizonte, Betim, Itauna, Divinópolis, Pará de Minas, Nova Serrana e Bom despacho a São Paulo e ao Rio de Janeiro.

“O novo backbone servirá também para a nossa operação nacional que pretendemos atender, por meio do crescimento orgânico, com a cobertura em mais cidades em todo o Brasil, e também por fusões ou aquisições, pois nossa intenção é chegar a 200 cidades até 2023”, complementa o executivo.

O backbone conta com 1.417 km de fibras conectando MG até SP e RJ por caminhos totalmente distintos. A capacidade inicial de cada cluster será 566% superior à atual. Para promover maior segurança à estrutura, serão criados 12 novos POPs 100% dedicados. Também serão instalados 41 novos elementos em várias camadas de rede: DWDM, Roteadores e Switches. (assessoria de imprensa).

(Fonte: DA REDAÇÃO ) - 14/09/2020
Pac-Man Geo transforma Google Maps em fases de jogo

Game funcionará com realidade aumentada e já está disponível para pré-registro em dispositivos com Android e iOS

Pac-Man Geo é o novo jogo de realidade aumentada, desenvolvido numa parceria entre a Bandai Namco e o Google, para a Android e iOS. O game estará disponível em 170 países e tem previsão de lançamento ainda para 2020. Já é possível fazer o pré-registro na App Store e Google Play.



pac-man-geo
Foto: Tecnoblog

A ideia é bem interessante: Pac-Man Geo é um jogo de ação que usa os caminhos das rodovias do Google Maps como seu próprio mapa. Ao selecionar uma região para servir como "fase", os jogadores montam seu próprio desafio Pac-Man em tempo real.

A partir daí, todo o gameplay clássico do game da bolinha amarela faminta se molda, por meio de realidade aumentada, ao local que você escolher. Isso com direito às pastilhas, fantasmas e frutinhas.

Pac-Man Geo está sendo desenvolvido desde 2018, quando todas as verificações técnicas começaram a ser feitas (para checar a viabilidade de um game nesses moldes).

Acho incrível que Bandai Namco tenha levado tanto tempo para começar a trabalhar num jogo com essa ideia (e não apenas uma ação sazonal), porque é genial! É também uma excelente forma de matar a sua produtividade. Vai se preparando.



pac-man-geo
Foto: Tecnoblog

A desenvolvedora japonesa afirma, em comunicado à imprensa, que "enquanto foram mantidas as regras simples de Pac-Man e sua operabilidade, os jogadores podem experimentar o jogo num nível mais profundo, escolhendo sua própria fase pelo mundo, encontrando terrenos interessantes e compartilhando suas descobertas".

(Fonte: Vivi Werneck - Tecnoblog) - 14/09/2020
Listando: 10 de 1353

Anuncie

Sobre o Portal da 25

O Portal da 25 foi lançado em 01 de maio de 2001, tendo como objetivo principal a divulgação de empresas e produtos comercializados na região da rua 25 de março no centro da cidade de São Paulo, focando-se principalmente em produtos voltados para área pessoal e doméstica.